FANDOM


Fúrias Negras Editar

As Fúrias Negras são a encarnação viva da fúria feminina. Elas são as filhas de Luna-enquanto-Artemis, a Caçadora da Lua. Suas lendas traçam suas origens até a Grécia, onde foram nomeadas defensoras da Wyld. No entanto, sempre onde existem lendas de mulheres que pegaram em armas por honra, vingança ou laços de sangue, o espírito da Fúria habita.

As Fúrias são quase todas exclusivamente mulheres. Qualquer filhote macho de uma Fúria que passe pela Primeira Mudança é enviado para a adoção de outra Tribo, Pégaso, o totem da Tribo, não aceita Garou masculinos. A única exceção são os Impuros do sexo masculino: o Pégaso aceita esses filhotes desfigurados, talvez por misericórdia, talvez para garantir que as Fúrias se lembrem de seus próprios erros. Para compensar essas perdas de potenciais companheiros de Tribo, as Fúrias recrutam ativamente as Garou fêmeas irritadas e descontentes que poderiam cair sob a bandeira de outra Tribo.

A Tribo defende que as mulheres são dignas de honra, respeito e, mesmo, às vezes, de veneração. Ainda que nenhuma Fúria Negra vá se submeter ao jugo de um homem que atue como mestre ou tirano, a Tribo não se une numa misandria(ódio, aversão, preconceito ou desprezo a pessoas do sexo masculino) ativa. Certamente algumas Fúrias nunca vão esquecer ou perdoar. Mas outras estão dispostas a aceitar os homens como parceiros, ajudantes, amantes, iguais – mas nada além de iguais.

O ódio reclama o coração de muitas Fúrias, mas não é uma virtude tribal. As verdadeiras virtudes tribais são o orgulho, a honra, o misticismo da Wyld e a vontade de mudança precisa. A Fúria aspira a manter sua honra, cair em pé a se ajoelhar, a guardar e exultar nos lugares selvagens e a lutar até seu último suspiro para tornar o mundo um lugar melhor.

Os rituais tribais das Fúrias Negras enfatizam a tradição e a irmandade feminina. Elas realizam assembléias privadas particulares frequentemente. Kuklochoros são Assembléias informais, onde muitas vezes as Fúrias escondem suas naturezas de lobisomens e convidam mulheres humanas para assistir e aprender elementos de espiritualidade feminina. Ulaka magelis são assembléias mais exclusivas, abertas apenas para as Fúrias. Esses encontros envolvem rituais que demandem mais fisicamente, mentalmente e emocionalmente, expondo o coração nu e sangrento dos juramentos de uma mulher-lobo de Gaia.

Como as outras Tribos, as Fúrias Negras se reúnem internamente em campos ideológicos próximos. As Fúrias chamam seus campos de kuklos, ou “círculos”. Cada círculo responde a si mesmo em grande parte, mas apesar disso, eventualmente devem prestar contas aos Cálices Interno e Externo, os altos conselhos da Tribo. O Cálice Externo é o mais público; as anciãs que fazem parte deste conselho são publicamente iniciadas com muita cerimônia e seus nomes são espalhados por toda a Tribo. O Cálice Interno é mais um mistério (ou um culto de mistérios), seus membros e as suas diretivas são desconhecidos da Tribo em geral.

Tradições antigas e atitudes modernas frequentemente se chocam dentro da Tribo, apesar de não estarem sempre em desacordo. Fúrias Negras crescem conscientes dos males que afligem as mulheres ao redor do mundo. Anciãs e filhotes participam igualmente das lutas contra a escravidão moderna, o tráfico sexual, abuso e outros crimes que são todos muito persistentes. Um conflito de gerações ainda persiste na Tribo – muitas das anciãs são idosas que, se os rumores estiverem corretos, têm pelo menos cem anos de idade, e com a teimosia própria da idade pra provar isso. Algumas filhotes não sabem nada dos lugares da Wyld e querem focar seus esforços nas feridas onde cresceram e onde suas irmãs sofrem. Mas todas as Fúrias estão unidas em seu ódio.

Aparência: Apesar da Tribo ter se originado na Grécia Antiga, as Fúrias, desde então, se espalharam por todo o mundo. Fúrias modernas vêm de todas as etnias e de todos os estratos sociais. Aquelas com Raça Pura forte tem o pêlo escuro em Crinos, Hispo e Lupus, muitas vezes com manchas em branco, cinza ou prata. A Raça Pura é mais rara entre os Fúrias masculinos Impuros, uma vez que seus pais são, inevitavelmente, de outras Tribos. Tradicionalmente, a Tribo promove um ideal atlético, e muito de sua arte glorifica as mulheres de constituição magra e forte. Esse ideal não se reflete universalmente dentro da Tribo, ainda que as exigências da guerra endureçam muitas Fúrias, a Tribo tende a ser tão diversa quanto o é a feminilidade em si.

Compre o Tribebook Black Furies Revised

Parentes: As Fúrias Negras têm fama de terem se originado na Grécia Antiga, mas não têm muitas preferências étnicas quanto a seus Parentes. Elas são propensas a “adotar” os Parentes de linhagem de outras Tribos, especificamente as mulheres que eram maltratadas por seus familiares. Elas valorizam seus Parentes masculinos tão bem quanto suas relações femininas, mesmo que um Parente masculino jamais seja bem-vindo em qualquer tradição espiritual interna da Tribo. Como as outras Tribos, alguns Parentes são aliados de grande valor que cultivam contatos no mundo exterior, alguns são familiares amados e alguns são pouco mais que reprodutores, mas tudo depende da lobisomem em questão.

Território: As Fúrias continuam viciosamente clamando muitos dos últimos lugares virgens e isolados da Wyld. Sua espiritualidade está profundamente ligada a esss bosques e ilhas sagrados, mas a necessidade as leva a pegar territórios também em terras mais povoadas de humanos. As defesas místicas que uma vez protegeram suas terras tribais de intrusos foram progressivamente desaparecendo. As mulheres que elas consideram como irmãs e primas continuam a sofrer. Para defender as coisas que lhe são caras, as Fúrias Negras partem para o ataque.

Totem Tribal: Pégaso. O grande cavalo alado espiritual tem um forte ressentimento dos homens, o que implica em alguma verdade no mito de Belerofonte. As Fúrias contam a história da luta do Pégaso contra um senhor cruel, e sua luta ecoa a luta das mulheres para que sejam livres e iguais. Algumas Fúrias usam a “rédea de Belerofonte” como uma metáfora poética para a mão do homem, quando eles tentam dominar as coisas mais sagradas da Wyld. Outros Totens valorizados pelas Fúrias incluem a Pantera, as Musas e as Medusas.

Citação:

“Você ousa nos condenar por continuar a ser uma irmandade feminina? Por escolher ajudar as mulheres em primeiro lugar? Sim, mulheres não precisam da nossa ajuda. Gaia não precisa de Suas Fúrias. Mas elas continuam. Agora ature seu inferno particular antes que eu lhe mostre a dor verdadeira.“

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória