FANDOM


Os redcaps são a essência dos pesadelos. Esses kithain monstruosos são temidos por seus modos vulgares e repugnantes e deleitam-se com o terror dos outros. Dizem que eles foram formados a partir dos pesadelos e muitos kithain acreditam nisso. As hordas de redcaps adoram provocar, insultar e simplesmente maltratar tanto os mortais quanto as fadas.

O nome se deve aos barretes de lã manchados de sangue. Os redcaps sempre foram servos dedicados da Corte Unseelie. Atualmente, os barretes de lã são considerados exóticos: há coisa melhor a se fazer com o sangue. Nos tempos modernos, eles aproveitam toda e qualquer oportunidade para pintar a cidade de vermelho… com uma substância ou outra. A visão de uma mecha de cabelo vermelho berrante ou de uma camisa manchada de sangue sob a jaqueta de couro já basta para perturbar a mais corajosa das fadas.

Não importam suas outras afiliações, os redcaps geralmente se associam a gangues de mortais dominadas por sua espécie. Os mortais podem conhecer as gangues por outro nome, mas, entre os changelings, o bando é conhecido como vultur. Ao cair da noite, o vultur de redcaps assola o campo. O vultur é um espetáculo itinerante de aberrações a perturbar e amedrontar os mortais sóbrios e sossegados que encontra. Disseminar a desordem e a destruição é seu ideal mais elevado.

Ao contrário dos trolls, os redcaps não intimidam as pessoas com força bruta. Eles só precisam de pose. A má atitude é a essência de um redcap, e a aparência brutal de seu semblante feérico reflete isso. Os temperamentos violentos e os modos detestáveis mostram o que eles têm de pior, mas poucos redcaps conseguem sustentar a pose com inteligência. Os redcaps se rebelam contra qualquer figura de autoridade que não consiga agradá-los ou esmagar suas cabeças. Eles sempre se consideram os oprimidos, o que justifica grosseiramente o fato de brigarem sujo, de irem à forra contra o mundo dos mortais e de levarem vidas violentas como capangas e assassinos. Se há uma qualidade redentora nos corações perversos desses canalhas, poucas fadas Seelie a perceberam. O que é uma pena para os Seelie.

Os Unseelie convictos admiram a determinação dos redcaps. As baladas e canções tradicionais falam de heróis redcaps que mataram dragões e outras feras que ameaçavam as fadas. Não é de surpreender que os trovadores redcaps tenham versões mais apaixonadas desses contos. Os aterradores guarda-costas redcaps são valorizados pelos kithain capazes de lhes conquistar o respeito, mas aconselha-se a esses senhores ter um ou dois curandeiros a mão.

O apetite dos redcaps rivaliza com sua ferocidade. Famosos por sua capacidade de ingestão, os redcaps costumam se deliciar com torneios de empanturramento que deixariam um tubarão enjoado. Às vezes, eles até envolvem comida na disputa. Alguns kithain se referem aos redcaps como “buldogues” ou “pit bulls” e atestam a vontade de um deles é tão forte quanto sua mordida. Aqueles que foram de fato mordidos por um redcap estremecem só de lembrar. Antigamente, essas fadas arrancavam pedaços de suas vítimas para servir de troféus e usavam os ossos humanos como testemunho de sua ferocidade. As vítimas desses ataques raramente sobreviviam.

Os redcaps Seelie são raros, mas existem. Estão ameaçados de extinção, em grande parte porque os redcaps Unseelie os desprezam e lhe dão caça. Os cansativos discursos idealistas de um redcap Seelie sobre o cavalheirismo costuma enfurecê-los. Heroicos e inflexíveis, os redcaps Seelie vivem pela emoção da batalha cavalheiresca e para lutar contra dificuldades impossíveis. Essa é a principal razão pela qual muitos deles são mortos pelos bandos errantes de Unseelie. Os que tem sorte são apenas aleijados e se entregam a um Legado Unseelie de amargor e fúria.

Cada vultur de redcaps tem o próprio idioma e, no mundo dos mortais, cada gangue tem um nome diferente. Alguns preferem o anacronismo e vivem como bandoleiros nas estradas e nos caminhos pouco frequentados. A maioria prefere uma vida mais moderna e vaga pelas ruas em bandos. Não importam suas preferências, os redcaps se certificam de que todos saibam o quanto eles podem ser violentos.

Aparência: 

Os redcaps costumam apresentar uma compleição robusta, pele acinzentada e mosqueada, pernas grossas e arqueadas. Mesmo os redcaps Seelie tem olhos horrendos e injetados, narizes esqueléticos e faces enrugadas e coriáceas. O pior são as bocas demoníacas, cheias de dentes tortos, amarelados e rombudos, que eles utilizam para rasgar e triturar.

Estilo de vida: 

Quanto mais violenta a vizinhança, mais à vontade o vultur de redcaps se sentira. A possibilidade de viver fora da cidade pode ser deprimente para alguns deles. Comandar uma gangue é um trabalho respeitável; juntar-se a uma gangue as vezes é uma questão de sobrevivência. Aqueles que conseguem passar algum tempo longe de seus vultores podem ser boxeadores, assaltantes ou malandros.

• Os infantes são brigões, e a tirania do playground é sua lei. Seus passatempos são mais sádicos que mortíferos. A dor alheia os enche de alegria.

• Os estouvados são piores. Por serem gangsteres, vândalos e rebeldes, eles vivem para arruinar a vida dos outros, mesmo das maneiras mais simples. Piercings e tatuagens são formas competitivas de arte entre eles, sendo sua preferência, agulhas, correntes, pinos e parafusos. O primeiro piercing de um redcap é um rito de passagem, com o sem seu consentimento.

• Os rezingões ganham a admiração da Corte Unseelie e exigem respeito com violência, arrogância e ameaças. Alguns delinquentes cometem o erro de desafiar esses velhos canalhas, mas poucos sobrevivem. Sua perícia em batalha é verdadeiramente assombrosa e definitivamente cruel.

Afinidade: Natureza.

Direitos inatos

• Apetite Atroz: Os redcaps conseguem comer literalmente qualquer coisa. São capazes de mastigar carros e atravessar paredes as mordidas. Seus dentes de buldogue são brutalmente rombudos e duros como aço; seus sistemas digestivos (felizmente) ainda são um mistério. A maioria prefere a carne de seres humanos ou animais, mas, quando a fome aperta, qualquer coisa serve. Qualquer coisa mesmo.

O redcap é capaz de comer qualquer coisa que consiga abocanhar. É possível mastigar aos poucos os objetos grandes. A digestão de coisas particularmente abjetas ou resistentes (como madeira, aço, romances açucarados ou lixo tóxico) exige o investimento de um ponto de Glamour. Mantenha sempre as mãos e os braços longe dos redcaps.

Toda vez que tentar empregar seu Direito Inato em combate, o redcap terá de usar um ponto de Glamour, exatamente como se estivesse tentando comer algo normalmente não comestível. O dano padrão da mordida de uma redcap é Força + 2 (dificuldade 5). Além disso, o redcap pode tentar decepar um dos membros do oponente. Decepar um membro com o uso dessa habilidade exige cinco sucessos num teste de Destreza + Briga (dificuldade 8); ou três sucessos, se o agressor já estiver engalfinhado com a vítima. Esse ataque provoca a perda de, pelo menos, três Níveis de Vitalidade quanto bem-sucedido, além do dano obtido nos dados.

• Valentice: Os redcaps conseguem intimidar qualquer coisa, até mesmo objetos imaginários ou quiméricos. As dificuldades de todos os testes de Intimidação são reduzidas em um ponto. Um teste bem-sucedido obriga as quimeras a obedecerem incondicionalmente; as criaturas racionais podem resistir com Força de Vontade (teste realizado contra uma dificuldade igual a Força de Vontade do redcap). Esse Direito Inato sempre funciona normalmente, mesmo na presença de mortais ou de criaturas sobrenaturais desencantadas.

Fraquezas

• Má Atitude: Ninguém gosta dos redcaps, nem mesmo, outros redcaps. Algumas propriedades livres da nobreza têm por princípio o ostracismo ou assassínio dos redcaps. Como parte desse estigma, eles estão sujeitos a uma penalidade igual a +2 (ou maior) na dificuldade de qualquer teste que envolva situações sociais que não a intimidação.

Mote: “Tá querendo arranjar encrenca comigo? Pode vir seu punk! Heh, heh, heh! Vou pintar as paredes com o seu sangue!”

Não se mexa. Danny Sandbgas, um dos escudeiros de Sir Du Bois, vai dar sua opinião.

Sobre os Boggans: Se precisar lavar a roupa, procure um deles. É uma pena eles ficarem tão chocados com manchas de sangue.

Sobre os Exus: Você é um idiota se apostar com um Exu. Mas eles têm ótimas histórias dos campos de batalha.

Sobre os Nockers: Que porre são esses caras! Chatos, chatos, chatos. Vou dar algo pra eles terem do que reclamar!

Sobre os Pooka: Hmmm… Ah, desculpe. Eu tava pensando naquelas armadilhas que preparei.

Sobre os Sátiros: Se você tá procurando uma bebida forte ou uma gatinha, fale com esses caras que eles te arranjam um programa.

Sobre os Sidhe: Fique longe dos sidhe. Eles podem parecer fracos, mas vão te fatiar a espadadas. E se eles aticarem a propriedade livre pra cima de você… Eu não queria estar na tua pele.

Sobre os Sluagh: E ainda dizem que eu sou doente? Você já viu onde os sluagh vivem?

Sobre os Trolls: São durões numa luta. Burros, mas durões. A tua melhor chance é tentar superar eles em número.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória